sábado, 25 de outubro de 2014

A aposta dos brasileiros





Vivemos um período de efervescência política e o conflito de idéias faz parte desse momento (e como são tão melhores esses momentos!). A mim esses choques não incomodam;  insuportável mesmo é a inércia, a apatia, a falta de opinião.

Se em junho tivemos os primeiros sinais dessa movimentação, desta vez estamos numa disputa eleitoral acirrada, entre dois campos programáticos. As pessoas vão às ruas e freneticamente discutem política no ônibus, na sala de espera, nos grupo de watsapp e Facebook.  Neste episódio foram derrotados os que apostavam no desprezo do povo brasileiro pela política e,  em um meio onde a ideia prevalecente era a de que "política não se discute", muito menos partidos ou candidaturas, essa eleição presidencial virou pauta obrigatória.

Acredito que, em exercício de movimentação constante, o debate de idéias pode se tornar mais presente na vida das pessoas e passar a ser conduzido com maior consistência e amadurecimento. Portanto minha torcida não é para que amanhã tudo se acabe e voltemos "ao normal", ao contrário, torço para que uma cultura política mais atuante e comprometida se solidifique cada vez mais em cada brasileiro a ponto de não dependermos mais dos momentos eleitorais para nos ocuparmos da construção diária de nossa Nação.

Em geral o brasileiro está mostrando que faz questão ele mesmo de determinar os rumos de seu país. Falhou a tentativa de nos empurrar uma política pasteurizada, artificialmente consensual, fabricada e enlatada nos porões de Londres e Washington. Sai Marina, entra Aécio na disputa e, então, os que antes apostavam na apatia hoje fustigam o ódio e a intolerância -  em especial contra um eleitorado que sempre teve seus direitos negados, sugerindo uma valoração do voto há muito abolida em nosso país. Não vai dar certo: mostraremos que aqui tem uma Nação Soberana e um povo disposto a lutar por ela. Minha aposta é que neste domingo vai dar Dilma!

Imagem: Em meio a uma manifestação de apoio a Dilma, em Recife, o motorista do ônibus sobe no veículo, agita a bandeira e grita: "EU FAÇO FACULDADE PELO PROUNI". Aposto junto com ele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário